Bandeira do Município de Porto Velho

Bandeira do Município de Porto Velho

quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Vice-prefeito Dalton Di Franco participa de Seminário Internacional de Sustentabilidade


 

    Diante dos fenômenos naturais ocorridos este ano — enchente do rio Madeira e seca em São Paulo — a realização do XIII Seminário Internacional de Sustentabilidade, para o vice-prefeito de Porto Velho, Dalton Di Franco, reveste-se de uma importância singular para debater as duas ocorrências. A afirmação foi feita na abertura do evento, nesta segunda-feira, 17, no auditório do Senac, onde Dalton Di Franco representou o prefeito Mauro Nazif. O seminário é realizado com o apoio da Prefeitura de Porto Velho, por meio da Sema (Secretaria Municipal de Meio Ambiente).

 

    No encontro, o vice-prefeito afirmou que identificar o que tem provocado esses fenômenos é importante para poder preveni-los e poder evitar uma tragédia maior, a exemplo do que ocorre em outros estados que sempre sofrem com desastres naturais. “Em cem anos Porto Velho nunca tinha vivido uma situação dessas. E já há especialista afirmando que os riscos de haver uma nova enchente são grandes. Poder se antecipar ao problema é primordial para diminuir a possibilidade a ocorrência de uma tragédia maior”, frisou.

 

    Organizado pelo Grupo Ecoturismo, o seminário é um acontecimento tradicional em Rondônia, e reúne empresários e representantes do governo para promover debates técnicos e negócios, além de gerar oportunidades para o intercâmbio regional e os países membros do Mercosul (Mercado Comum do Sul). Com o tema “Enigmas Amazônicos das Mudanças Climáticas” o seminário acontece junto com o XIII Prêmio Ecoturismo e Energias Renováveis e traz a capital de Rondônia renomados especialistas para debatem o assunto com a comunidade local.

 

    Entre os palestrantes estão Gustavo Chianca, representante da FAO (Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura); Denise Oliveira, coordenadora da Iniciativa da Amazônia Viva e WWF na COP 20; Paulo Artaxo, professor titular do Departamento de Física Aplicada do Instituto de Física da USP; Alfredo Sirkis, presidente da Comissão de Mudanças Climáticas do Congresso Nacional (CMMC) e um dos vices presidentes da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional da Câmara dos Deputados, entre outros.

 

    Um dos assuntos que será discutido no evento que acontece ao longo do dia, é a segurança alimentar, assunto que já preocupa os líderes do planeta, atentos ao risco de escassez de alimentos interligados ao aumento da população mundial. A Agricultura Familiar, apontada como alternativa no auxílio do combate à fome, é o tema que será abordado pelo representante da FAO. “O propósito do projeto é discutir e fomentar assuntos que preocupam o planeta, a fim de conscientizar a todos para um mundo cada vez melhor. Esta reunião com palestras e debates é de livre acesso ao público interessado em construir e melhorar o nosso planeta”, afirmou o jornalista Hércules Góes, idealizador o seminário.

 



Por Joel Elias | Fotos: Frank Néry

 

sexta-feira, 25 de julho de 2014

O PAPEL DO VICE NA PREFEITURA DE PORTO VELHO


 
 

 

A palavra vice vem do latim, ablativo de vix, vicis, vez, alternância, sucessão, mudança, troca. É um elemento que designa quer a substituição de um cargo, quer categoria imediatamente inferior a outra (ex.: vice-campeão, vice-reitor). É sempre seguido de hífen (ex.: vice-almirante, vice-cônsul).

 

A exemplo disso temos as seguintes palavras relacionadas: vice-reitor, vice-prefeito, vice-presidência, vice-governador e vice-presidente. São palavras tão comuns a todos nós brasileiros. Na última copa a seleção vice-campeã foi a da Argentina.

 

Conforme Art. 81, da Lei Orgânica do Município de Porto Velho, “o vice-Prefeito substituirá o Prefeito em caso de impedimento, sucedendo-lhe em caso de vaga”. O vice-prefeito atual de Porto Velho é o jornalista e administrador de empresas Dalton Di Franco. O prefeito é o médico Mauro Nazif que exerce constitucionalmente o mandato.

 

No mesmo artigo 81, o parágrafo único dispõe que “O vice-Prefeito, além de outras atribuições que lhe forem conferidas por lei, auxiliará o prefeito sempre que por ele for convocado para missões especiais”. São funções que Dalton Di Franco tem exercido atendendo ordens de seu superior, o prefeito Mauro.

 

Segundo Dalton, algumas pessoas, muitas até esclarecidas, desconhecem o papel do vice-prefeito e deitam a falação, num arroubo de completa ignorância e estupidez. “Eu tenho exercido minhas ações conforme a Lei Orgânica e, se um dia for preciso, estarei em condições de assumir a Prefeitura, mas graças a Deus, nosso prefeito Mauro está constitucionalmente amparado para o exercício de mandatário maior da Capital. Ele é o prefeito. Ele manda. Eu sou uma espécie de jogador que aguarda no banco de reserva a chamada do técnico para dar minha participação na jogada, no caso, no mandato”, acrescentou Dalton.

 

Ainda segundo Dalton, é o prefeito Mauro quem dá as diretrizes da Administração Municipal, afinal, conforme o artigo Art. 78, “o Poder Executivo Municipal é exercido pelo Prefeito, auxiliado pelos Secretários Municipais”.

 

VEREADOR

 

Como vereador no período de 1989 a 1990, Dalton Di Franco foi um dos relatores da Lei Orgânica[i], atendendo disposição da Constituição Federal. No Brasil, a existência das Câmaras Municipais data do início da colonização e seu papel e importância variaram de acordo com as conjunturas históricas.

 

Dalton recorda que antes de 1988, o funcionamento dos municípios brasileiros estavam submissos a decretos presidenciais.

 

Entre altos e baixos, por longo período, outro duro golpe viria, em 1964, com a implantação da Ditadura Militar que durou longos 21 anos. Podemos deduzir que novamente o Poder Legislativo, em todos os níveis, perdeu espaço, poder e prestígio.

 

Na época da elaboração da Nova Lei Orgânica, Dalton Di Franco era o segundo secretário da Mesa Diretora da Câmara de Vereadores de Porto Velho.

 

Dalton lembra que na década de 80, vivemos a transição democrática e o advento da chamada Nova República, com o fim do regime militar. “A Constituição de 1988, não sem razão, chamada de Constituição cidadã, restitui a liberdade política e eleva a condição de cidadania. A participação popular, já notória nos últimos suspiros da ditadura, parece assumir um caráter intrínseco à sociedade brasileira. O Poder Legislativo recupera sua imagem e influência”, explica.

 

DEPUTADO ESTADUAL

 

Posteriormente, no ano de 1990, Dalton Di Franco foi eleito deputado estadual, ocupando o cargo de 3º secretário da Casa. Em 2012 Dalton foi eleito vice-prefeito na chapa do Prefeito Mauro Nazif. Os dois foram vereador e deputado estadual no mesmo mandato.

 

Depois de escrever e posterior exercer o que determina a Lei Orgânica do Município de Porto Velho, Dalton Di Franco agora quer desempenhar o mandato de Deputado Federal pelo PDT, com o número 1212, apoiando o senador Acir Gurgacz 123 e o Governador Confúcio Moura 15.

 

 

 



[i] http://www.portovelho.ro.gov.br/index.php?option=com_docman&task=doc_view&gid=15605

sábado, 12 de julho de 2014

Comunidade da margem esquerda do Madeira ouve propostas de Dalton Di Franco


 
 

 

 

A implantação de uma escola técnica agrícola na margem esquerda do Rio Madeira para atender aos jovens que moram na zona rural - proposta pelo jornalista Dalton Di Franco, candidato a deputado federal pela Coligação Rondônia no Caminho Certo 1 - foi bem recebida pela comunidade de São João, localizada no quilometro 1,5 da ponte do rio Madeira.

 

Durante encontro com a comunidade, na noite de sexta-feira, Dalton Di Franco falou que sendo eleito, trabalhará pela concretização desse sonho. “A escola técnica atenderá a comunidade com ensino fundamental na modalidade da educação de jovens e adultos (EJA), ensino médio e qualificação na cadeia produtiva da região, sob a direção do Governo do Estado”.

 

Como deputado federal, Dalton disse que buscará recursos em Brasília para que esse benefício seja concretizado. “A comunidade não precisará se preocupar com os deslocamentos de seus filhos para a área urbana de Porto Velho para estudar, pois terá o ensino focado para o desenvolvimento da região”, explicou.

 


Ainda em São João, onde moram cerca de 50 famílias, Dalton Di Franco ouviu reivindicações como a construção de um poço artesiano, limpeza das ruas da comunidade e a troca do transformador de energia por outro de maior potencia para manter o fornecimento de energia equilibrado.

 

CONJUNTO HABITACIONAL

 

Dalton ainda visitou moradores do conjunto habitacional construído para abrigar moradores do bairro Balsa. Ele ouviu reclamações sobre o fornecimento de água, falta de policiamento e o funcionamento do posto de saúde.

 

“A PM será oficiada nesta segunda-feira para ocupar uma casa destinada à guarnição que trabalhará na comunidade.  A Semusa será informada também da destinação de um local para funcionamento do posto de saúde. A Semed receberá informações sobre o numero de crianças que precisam estudar”, concluiu Dalton Di Franco.

 

Fonte: Assessoria de Imprensa

Karina Quadros


069-9999-5055 (Neto)

quinta-feira, 10 de julho de 2014

DEPUTADO FEDERAL: DALTON DI FRANCO INICIA CAMPANHA REUNINDO LIDERANÇAS DA CAPITAL


 


O candidato a deputado federal Dalton Di Franco (PDT) abriu sua campanha, na noite de terça-feira, reunindo líderes comunitários, sindicais, estudantis e religiosos, em prol do projeto “Porto Velho precisa de representante na Câmara Federal”. A reunião aconteceu no bairro Novo Estado, quando ele explicou sua plataforma de trabalho e pediu a união de todos. “Juntos somos fortes”, afirmou.

 

Segundo Dalton, a eleição de um deputado federal de Porto Velho será decisivo para ajudar o município na solução de inúmeros problemas. “Eu quero ser esse deputado federal para trabalhar ao lado do senador Acir Gurgacz”, pediu Dalton, citando que sendo deputado federal trabalhará pelo encaminhamento de emendas parlamentares, além de buscar apoio e recursos junto aos ministérios, em Brasília.

 

CASA DE APOIO EM BRASÍLIA

 

Como projeto pessoal, Dalton disse que pretende estabelecer uma casa de apoio, em Brasília, para abrigar aos irmãos que estiverem na Capital Federal em tratamento médico ou resolvendo problemas particulares.

“Sei de muitos casos de pessoas que se deslocam do Estado de Rondônia para Brasília, onde padecem pela falta de abrigo. Pretendo trabalhar pela solução desse problema”, afirmou Dalton Di Franco.

 

ESCOLA AGRÍCOLA

 

Dalton ainda falou sobre a implantação de uma escola agrícola na margem esquerda do Rio Madeira para preparar jovens que moram na zona rural. “Como deputado federal vou trabalhar pela criação e funcionamento dessa escola”.

 

Dalton lembrou “que os jovens da área urbana de Porto Velho já dispõe do IFRO e do Pró-jovem urbano, que ministram cursos técnicos, sendo que nossos jovens da zona rural estão esquecidos pelo poder público, mas eu e o senador Acir Gurgacz temos um apreço especial por esses brasileiros e vamos trabalhar para beneficiá-los” concluiu.

 

Como deputado federal, Dalton Di Franco anunciou que trabalhará pela população em geral, buscando sempre o bem estar de todos, incentivando a implantação de empresas em Rondônia, que possam gerar emprego e renda. “Chega de escândalos provocados por políticos de Rondônia. Agora é hora de trabalharmos”, finalizou.

 

Fonte: Assessoria de Imprensa

 

 

sábado, 28 de junho de 2014

Dalton Di Franco deixa a Redetv! para buscar aprovação do PDT para disputar vaga de deputado federal


O jornalista Dalton Di Franco deixou a Redetv! na sexta-feira (27/06) para pleitear na convenção do PDT, no próximo dia 29, a indicação de seu nome para disputar uma vaga de deputado federal. No lugar do conhecido jornalista fica o repórter Rosinaldo Guedes, que já vinha atuando como seu substituto na segunda edição do mais polêmico programa de TV do Estado: o Plantão de Polícia.

 

Segundo Rosinaldo Guedes, o programa será apresentado nos mesmos moldes do que Dalton Di Franco já vem realizando ao longo de quase 10 anos na Redetv! “Atenderemos não só aos casos de polícia, uma marca registrada do programa, mas também continuaremos abertos à comunidade, para divulgar seus problemas e pedidos de socorro”.

 

Ainda segundo Rosinaldo, Dalton Di Franco sempre ajudou a população. Sua trajetória remonta à década de 80 do século passado quando ele, um filho de Rondônia, surgiu na Rádio Caiari, com sua voz rouca, tornando-se o maior defensor da sociedade, marca com a qual já foi eleito vereador (1988) e deputado estadual (1990) e mais recentemente vice-prefeito de Porto Velho.

 

Rosinaldo concorda que o município carece de uma autêntica representação em Brasília, que lute pela solução dos problemas coletivos de Porto Velho. “Estamos cansados de sermos conhecidos pelas manchetes da grande imprensa como consequência das aprontações de nossos políticos”, acrescentou Rosinaldo, afirmando que Dalton, se aprovado na convenção do PDT e eleito pelo povo, será em Brasília a voz na defesa das bandeiras da educação, segurança e infraestrutura, especialmente as práticas de políticas públicas voltadas para os jovens, mulheres, idosos, especialmente a família, e minorias.

 

Dalton Di Franco, lembrou Rosinaldo Guedes, é filho de Rondônia, possui mais de 40 anos de atuação na imprensa do Estado, já tendo sido vereador (1988), deputado estadual (1990) e, atualmente, é o vice-prefeito de Porto Velho. Ele é ainda graduado em Administração de Empresas com habilitação em Marketing, professor universitário, especialista em ensino superior, jornalista, radialista, publicitário e bacharelando em Direito. “Trata-se de uma pessoa preparada para representar o povo de Rondônia na Câmara Federal e, tenho certeza que os convencionais do PDT vão aprovar o seu nome para ser um dos candidatos do partido a deputado federal”, conclamou.

terça-feira, 24 de junho de 2014

Dalton Di Franco sugere seu nome na convenção do PDT para disputar vaga de deputado federal



 
 


Conhecedor dos problemas que o município de Porto Velho enfrenta, o jornalista e administrador de empresas Dalton Di Franco decidiu que vai pleitear na convenção do PDT, no próximo dia 29, a indicação de seu nome para disputar uma vaga de deputado federal. “Quero lutar pelos interesses do povo em Brasília ao lado do senador Acir Gurgacz e ajudar o Prefeito Mauro Nazif a resolver os problemas do município”, declarou Dalton Di Franco, atual vice-prefeito da Capital.

 

Segundo Dalton, o município carece de uma autêntica representação em Brasília, que lute pela solução dos problemas coletivos de Porto Velho. “Chega de elegermos políticos que só se preocupam em roubar. Estamos cansados de sermos massacrados pela atuação medíocre desses sujeitos”, acrescentou Dalton, afirmando que pretende levantar em Brasília as bandeiras da educação, segurança e infraestrutura, especialmente as práticas de políticas públicas voltadas para os jovens, mulheres, idosos, especialmente a família, e minorias.

 

O pré-candidato a deputado federal Dalton Di Franco é filho de Rondônia, possui mais de 40 anos de atuação na imprensa do Estado, já tendo sido vereador (1988), deputado estadual (1990) e, atualmente, é o vice-prefeito de Porto Velho. Ele é ainda graduado em Administração de Empresas com habilitação em Marketing, professor universitário, especialista em ensino superior, jornalista, radialista, publicitário e bacharelando em Direito. “Estou preparado para representar o povo de Rondônia na Câmara Federal e, em nome dessa qualificação, peço aos convencionais do PDT que aprovem meu nome para ser um dos candidatos do partido a deputado federal”, conclamou.

 

Dalton lembrou ainda que a atual administração de Porto Velho já conseguiu resolver alguns problemas, mas outros carecem do apoio de Brasília. “Um deputado federal pode ajudar, fazendo intervenções junto à Presidência da República, como o próprio Dr. Mauro fazia quando estava na Câmara Federal. Com o ele ganhou para prefeito ficamos sem representante. Eu quero que o PDT me dê a oportunidade de disputar essa vaga de deputado federal”, pede o mais ilustre comunicador de Rondônia, afirmando que, se for eleito, lutará pelo Estado e seu povo com o mesmo empenho que o senador Acir Gurgacz tem agido em Brasília.

 

 

 

 

quinta-feira, 27 de março de 2014

Vice-prefeito prestigia inauguração do Centro de Tecnologia em Mecatrônica do SENAI


 
 
 
 
 
O vice-prefeito Dalton Di Franco, representou o Prefeito Mauro Nazif, nesta quinta-feira, na solenidade de inauguração do Centro de Tecnologia em Mecatrônica - CETEM, localizado no distrito Industrial na BR-364, a 4 km de Candeias do Jamari.
 
Durante seu discurso, Dalton parabenizou a FIERO e o SENAI pelo empreendimento e estimulou aos jovens presentes a ingressarem nesse ramo da mecatrônica, em plena evolução no mundo atual.
 
Segundo o Presidente da FIERO, Denis Baú, o CETEM vai impulsionar o desenvolvimento de Rondônia, sob a gestão do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI/RO). “Esta escola é uma importante contribuição às empresas aqui instaladas como às que ainda estão por fixar suas unidades em Rondônia, dentro da atual política de atração de investimentos para o estado e de forma a garantir todo suporte aos segmentos industriais, principalmente, a metal mecânica” afirmou.
 
“Reitero neste momento o que eu disse há quase três anos quando lançamos a pedra fundamental deste empreendimento que termos como robótica, automação industrial e mecatrônica deixam de fazer parte apenas das histórias de ficção cientifica ou dos grandes centros desenvolvidos do país e do mundo, para integrar a atual realidade que vive Rondônia e a indústria local. Estamos virando uma página importante da nossa história e a inauguração desta escola é um marco para a indústria rondoniense” argumenta Baú. 
 
A inauguração contou com a presença da comitiva de representantes da Universidade alemã de Ulm, Volkmar Shuler, Tobias Mehlich (presidente) e Norbert Richard Maier (diretor da academia), da diretoria da FIERO, SENAI, autoridades, colaboradores e alunos.
 
O Centro de Tecnologia de Mecatrônica – SENAI – Professor Dr. Volkmar Schuler, foi projetado com o objetivo de atender prioritariamente à demanda crescente da indústria de Rondônia.
 
São quase 5 mil metros quadrados de área construída - em planta inédita na região – onde estão reunidos os mais modernos conceitos de inovação e transferência tecnológica, por meio de equipamentos de última geração para o aperfeiçoamento do conhecimento técnico.
 
Em seu portfólio, o Centro Tecnológico em Mecatrônica (CETEM) – agregará programas e cursos com tecnologia de ponta, além de serviços técnicos e tecnológicos que tangenciam o segmento da mecatrônica, com programas diferenciados nas áreas de manufatura, robótica e automação industrial. Esta escola é primeira especializada em mecatrônica do norte do Brasil e que comportará também laboratórios municiados de estrutura moderna para a realização de análises e ensaios e ainda os programas estratégicos de educação continuada e articulada, atividades esportivas, saúde e segurança no trabalho e serviços médicos, totalmente voltados ao trabalhador da indústria.